Death Stranding tem trailer espetacular (e surreal) com primeiras cenas da jogabilidade

Como esperado, o quarto trailer de Death Stranding, o novo jogo de Hideo Kojima, foi o grande destaque da conferência da Sony na E3. O novo vídeo elucida pelo menos um grande mistério ao mostrar pela primeira vez amostras da jogabilidade, mas o enredo sem pé nem cabeça persiste e é impossível decifrar – pelo menos a princípio – tanto simbolismo nas imagens criadas pelo designer japonês.

O trailer também introduz novos personagens, mais uma vez interpretados por grandes atores reais. Kojima descreveu o vídeo em detalhes:

“A produção do primeiro teaser começou logo após a fundação da Kojima Productions. Na época, trabalhávamos em um pequeno escritório, ainda estávamos recrutando a equipe, não havia equipamento o bastante para fazermos o que precisávamos e a engine do jogo ainda estava no ar. Tínhamos basicamente nada. O que tínhamos, no entanto, era uma boa relação com Norman Reedus, que imediatamente aceitou o papel como nosso protagonista, e a ideia do jogo em minha mente. Confiando apenas nestas duas coisas, o teaser foi criado por minhas próprias mãos em apenas dois meses e meio. Ainda lembro da emoção que senti quando, após dois anos afastado, fui recebido calorosamente com muitos aplausos na revelação da E3.

Na TGA 2016, revelamos as aparições de Mads Mikkelsen e de meu querido amigo Guillermo del Toro no jogo, além de nossa decisão de usar a engine Decima, que estamos desenvolvendo em conjunto com a Guerrilla Games.

Depois disso, na TGA 2017, mostramos uma prévia das partes iniciais do jogo. Como foi o caso em todos os nossos trailers, as cenas mostradas foram retiradas diretamente do jogo. Isso, é claro, inclui a cena onde Sam (Norman) acorda nu no meio da praia, cercado de baleias encalhadas, caranguejos e peixes.

Quando revelamos o primeiro teaser, eu disse que “o jogo já começou — um jogo de desvendar o mistério de que tipo de jogo Death Stranding se tornará”. Há algumas respostas às perguntas que escondi no trailer de dois anos atrás. Essas são para vocês, os fãs imaginativos que perseguem pistas e amam um bom mistério. Mas as respostas aqui ainda são apenas parte do mistério. Nosso jogo ainda continua.

Para este trailer, estamos mostrando muito mais gameplay (apesar dos ângulos da câmera terem sido alterados em alguns pontos). A primeira metade e a última sequência, em particular, representam muito bem a jogabilidade real. Alguns talvez já tenham percebido isso, mas Sam é diferente de todos os heróis que você já viu em jogos antes. Um herói típico geralmente é de alguma elite, ou possui certo treinamento militar. Sam não tem nada disso. Ele é um trabalhador — um profissional prático. Alguém com as habilidades típicas de um operário. Isso é algo que você entenderá intuitivamente ao jogar o jogo e controlar Sam. E aqui está nosso desafio: criar uma nova forma de jogar e um herói que nunca foi feito antes.

Também revelamos nossas heroínas. Duas deusas, Lindsay Wagner e Léa Seydoux. Como vocês sabem, Léa é uma atriz francesa de apelo global. Já vi muitos de seus filmes, mas o que mais me chamou atenção foi Missão Impossível — Protocolo Fantasma. Fui cativado por sua atuação como uma assassina feminina. E passei a ser um fã ainda maior ao trabalhar com ela. Sua inteligência e conhecimento, sua beleza e elegância; ela é sem dúvida um tesouro francês.

Quanto à Lindsay, ela possui um lugar especial e insubstituível em meu coração. Ela encantou o mundo em seu papel como Jaime Sommers em O Homem de Seis Milhões de Dólares e em A Mulher Biônica. Eu estava em minha adolescência nos anos 70, e como muitos ao redor do mundo, me apaixonei, e continuei apaixonado por ela. Ela é uma musa atemporal.

Quanto à Lindsay, ela possui um lugar especial e insubstituível em meu coração. Ela encantou o mundo em seu papel como Jaime Sommers em O Homem de Seis Milhões de Dólares e em A Mulher Biônica. Eu estava em minha adolescência nos anos 70, e como muitos ao redor do mundo, me apaixonei, e continuei apaixonado por ela. Ela é uma musa atemporal.

Por uma necessidade do jogo, passamos por um processo de recriar a versão jovem de Lindsay por meio de imagens recentes dela em 3D. É claro, alguns membros da equipe são jovens demais para ter visto seus filmes ou séries quando foram ao ar originalmente, mas quando os mostrei a todos como referências, o escritório inteiro se apaixonou. Seu charme transcende gerações.

Há outros membros do elenco que ainda não foram revelados, mas poder anunciar as duas heroínas do jogo me fez muito feliz. Todo o elenco revelado até agora, incluindo Norman Reedus e Mads Mikkelsen, são pessoas de quem gosto muito e com quem sempre tive imensa vontade de trabalhar. Fiz de tudo para trazê-los para meu jogo. Não fui motivado por vendas ou marketing, mas apenas por minhas inspiração criativa. Eles aceitaram meu convite pois sentem o mesmo, e o resultado disso é uma conexão muito especial entre todos nós.

Apesar de não ter sido minha intenção inicial, agora temos um elenco internacional de várias gerações. Mads, que é da Dinamarca, é um tesouro nórdico; Norman é um dos mais reconhecidos atores norte-americanos dos dias de hoje, Léa é uma das melhores atrizes francesas e Lindsay é uma musa de ouro do século 20. Atravessamos países, gerações e o tempo para nos juntar e dar vida a uma visão. Coincidentemente, este tema está intimamente ligado ao jogo, e é um tema que quero muito implementar como criador de jogos.

Quero criar algo para o mundo que transcenda gerações. Quero que todos possam experimentar o meio de entretenimento dos games, não apenas os gamers, mas todos os fãs de filmes, livros, quadrinhos, música e arte. Com a ajuda da ligação que temos com estes quatro membros do elenco (e com aqueles que ainda não revelamos), acredito que faremos disso uma realidade.

Por uma feliz coincidência, um laço se formou entre nós e os Silent Poets, cujas canções aparecem neste trailer. Tínhamos um número de performances captadas em sessões no Japão, e conhecemos algumas pessoas incríveis que eram parte da equipe do buffet. Além de uma comida maravilhosa, sua hospitalidade foi incomparável. Nós, é claro, requisitamos seus serviços muitas outras vezes. Um dia, descobrimos que um de seus membros era um músico veterano. Quando começamos a conversar, descobrimos que estavam prestes a lançar um álbum pela primeira vez em 12 anos. Quando ouvi ao demo que me deram, uma imagem de Sam entrando na selva veio à minha cabeça. Era a canção “Asylums for the Feeling”, do álbum “Dawn”.

“Low Roar”, cuja música foi o tema de nosso primeiro teaser, também foram uma descoberta por acaso que fiz em uma loja de CDs na Islândia, onde imediatamente me apaixonei por seu som.

Esse jogo está sendo tecido por uma série de laços e conexões humanas, incluindo vocês, os fãs. O desenho formado por essa tapeçaria já está em minha mente, e é com muito carinho que continuamos a tecê-la. Ela certamente formará uma imagem que jamais foi vista antes. Esperamos que o laço com vocês seja muito especial”.

Death Stranding segue sem data de lançamento definida.

TTT